O Dr. Alvaro Pulchinelli falou sobre o Programa de Validação dos Testes de Covid-19, coordenado pela Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), que já avaliou mais de 15 mil testes e foram chegadas a várias conclusões, dentre as quais, destaca-se que, o melhor tipo de ensaio sorológico é aquele que testa simultaneamente os anticorpos tipo IgM e IgG (anticorpos totais). A sensibilidade desse tipo de teste, de modo geral, teve seu melhor desempenho a partir da terceira semana de infecção. 

Outro ponto é que a SBPC/ML e a Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial (CBDL), junto com as empresas apoiadoras, a partir desse programa, elaborou uma proposta da aprovação dos testes de antígeno para a covid 19 e conseguiu a aprovação junto a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). 

E o terceiro é que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) precisava analisar a estabilidade dos testes ficaram armazenados pelo período de um ano. Assim, a agência editou a RDC nº 445/2020. A partir de sua publicação, que consta que programas como este poderiam fazer a avaliação do material, algumas empresas solicitaram o procedimento para 4.500 amostras. 

O evento ainda teve um painel sobre Resistência Antimicrobiana (RAM) – Testando para salvar vidas e assegurar mais saúde. Segundo o presidente da SBPC/ML, os laboratórios são parceiros de grande importância na identificação das bactérias e nos testes de sensibilidade aos antimicrobianos, auxiliando na conduta médica terapêutica adequada. 

Isso vai ao encontro do que se tem definido como o BrCAST, o padrão de avaliação de resistência bacteriana voltada para o nosso meio. E é fundamental entender como as bactérias reagem aos antibióticos e testamos nos laboratórios para que oriente com maior propriedade o médico que o está receitando.

O presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, Dr. Fábio Vasconcellos Brazão, o vice-presidente, Dr. Álvaro Pulchinelli, seis diretores, dois coordenadores de Comitês Científicos e um presidente regional da entidade são presença confirmada no WASPaLM 2022. O evento será realizado de 29 de setembro a 2 de outubro, em Punta Del Este, Uruguai. 

O tema será “Pathology and Laboratory Medicine, beyond technology and health care”. Representando a SBPC/ML, na mesa redonda 1, em 29 de setembro, “Promoción del Conocimiento Científico y Conceptos de Buenas Practicas en Medicina de Laboratorio”, fará parte os Drs. Annelise Correa Wengerkievicz Lopes (diretora de Comunicação e Marketing); Alex Galoro (coordenador do Comitê Científico de Gestão); Leonardo de Souza Vasconcellos (diretor de Ensino); Nairo Massakazu Sumita (presidente regional de São Paulo). 

Já o tema 2, em 30 de setembro, “Innovación en Medicina de Laboratorio en Brasil”, será abordado pelos Drs. Andre Mario Doi (diretor Científico); Luisane Maria Falci Vieira (coordenadora do Comitê Científico de Qualidade); Carlos Eduardo dos Santos Ferreira (presidente do Conselho de Ex-Presidentes); Alvaro Pulchinelli (vice-presidente). 

Veja a programação preliminar em: https://waspalm2022.org/es/Pages/program/Prog .

A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) apoiará a 6ª edição do FILIS – Fórum Internacional de Lideranças da Saúde, evento em formato híbrido promovido pela Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed), em 24 de agosto, das 8h00 às 17h30, no Teatro Santander, em São Paulo. 

O tema central será “A Medicina Diagnóstica na Disrupção da Saúde”, apresentado em quatro módulos interativos compostos por líderes e gestores da cadeia da saúde, abordando aspectos regulatórios, políticos, econômicos e de inovação. Para mais informações acesse: https://www.abramed.org.br/filis/ .

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), Dr. Alvaro Pulchinelli, participará do 26º Congresso Brasileiro Multidisciplinar em Diabetes, evento da Associação Nacional de Atenção ao Diabetes (ANAD), marcado para ocorrer entre os dias 28 a 31 de julho. 

Especificamente no dia 29/7, o médico estará presente no Simpósio 4, com o macrotema “Laboratório Clínico no DM: Avanços e Novos Conceitos”, momento em que ele falará sobre “POCT em DM: Além do Controle Glicêmico”. Este simpósio conta com o apoio da SBPC/ML. 

Para mais informações acesse: https://www.anad.org.br/congresso/programa-preliminar/ .

A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) é uma das apoiadoras do II Congresso Brasileiro de Raciocínio Clínico, marcado para acontecer de maneira remota (online) entre os dias 28 e 30 de julho. Os temas centrais serão “O que é necessário para fazer diagnósticos de forma segura e eficiente na prática médica? E como ajudar os estudantes a desenvolverem essas habilidades?”. Na ocasião, o Dr. Leonardo Vasconcellos, diretor de Ensino da SBPC/ML, palestrará sobre o “Uso inadequado de exames laboratoriais: causas, consequências e como evitar”.  

Para mais informações acesse: https://raciocinioclinico.com.br/ii-cbrc/.

O presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML), Fabio Brazão, participou no dia 02 de junho, da Cerimônia de Lançamento do “Telessaúde Brasil”, nova estratégia de tecnologia de comunicação na Saúde, que ocorreu em Brasília com a presença do Ministro de Estado da Saúde, Marcelo Queiroga. 

O Projeto de Lei 1998/20 que viabiliza a prática da telessaúde em todo o território nacional, abrangendo todas as profissões da área de saúde regulamentadas já estava em trâmite no Senado, mas foi durante a pandemia que ficou evidenciado a relevância do atendimento à distância. 

“A modalidade de prestação de serviços de saúde a distância por meio da utilização das tecnologias da informação e da comunicação é fundamental para o telediagnóstico, vemos esta inciativa do Ministro da Saúde com muito entusiasmo”, comenta Dr. Fábio Brazão, presidente da SBPC/ML.